WD Recomenda: Um Drink no Inferno


Olá pessoinhas! Como estão? Espero que bem.
Adivinha quem vai postar um dia antes só porque ama a serie que vai recomentar? EUZINHA!!
Para mais um WD Recomenda, venho essa semana com uma serie que é e sempre será minha favorita, conquistou um lugar valioso no caração de uma menina que odiava series mas acabou se interresante depois de ver a que irei recomendar aqui em baixo.
Espero que gostem.
Beijocasss

------------------------------------------------------------


Título: Um Drink no Inferno 
Gênero: Crime, drama e terror
Duração: 42 minutos (aproximadamente)
Netflix: Sim (completa) 
Criador(es): Robert Rodriguez 
País de origem: Estados Unidos 
Idioma original: Inglês
N.º de temporadas: 3
N.º de episódios: 30
Sinopse: 
O ladrão de bancos Seth Gecko (D.J. Cotrona) e seu imprevisível e violento irmão, Richard "Richie" Gecko (Zane Holtz), são procurados pelo FBI e pelos Texas Rangers, a força policial do estado do Texas. Em fuga para o México, eles encontram o ex-ministro Jacob Fuller (Robert Patrick) e sua família, e os fazem de reféns. Em posse do trailer dos Fuller, eles cruzam a fronteira e deparam com o caos quando entram em um clube de strip-tease que está cheio de vampiros. Agora eles são forçados a lutar até o amanhecer para poderem sair de lá vivos.

Um Drink no Inferno 

From Dusk Till Dawn: The Series (Um Drink no Inferno (título no Brasil) ou Aberto Até de Madrugada (título em Portugal)) é uma série de televisão americana baseada no filme From Dusk Till Dawn de 1996.

Estreou nos Estados Unidos em 11 de março de 2014 no recém-lançado canal El Rey Network, pertencente ao criador, produtor executivo e diretor da série, Robert Rodriguez. Em 26 de março de 2014, foi renovada para uma segunda temporada de 10 episódios, que estreou em 25 de agosto de 2015. Em 26 de outubro de 2015, foi renovada para uma terceira temporada. Foi disponibilizada pela Netflix no Canadá e na Europa em 12 de março de 2014, e nos países da América Latina (incluindo o Brasil) em 19 de março de 2014.

A série conta a trajetória dos criminosos irmãos Gecko. Seth é apenas um bandido sofisticado, que quer viver de grandes golpes, montado na grana como todos do mesmo ramo desejam. O único problema é que ele tem que lidar com o seu violento e imprevisível irmão, Richie, que também é procurado pelo FBI. Isso tirando o fato de que Richie é meio esquisito, em minha opinião. 

O que Seth não sabe é que Richie é uma alma atormentada por forças sobrenaturais de várias espécies, que invadem a sua mente, sugestionando eventos futuros e até mesmo que ele puxe o gatilho de forma premeditada. Somado à isso, Seth e Richie serão fatalmente perseguidos pelo derramamento de sangue que eles vão deixar ao longo da jornada deles, onde muitos virão cobrar que a justiça seja feita. Vivos ou mortos. Chegando no meio do deserto mexicano, uma boate utilizado pelo Lord Malvado para satisfazer sua sede de Sangue pois o local eram atraído por vários humanos ao ouvirem falar na incrível apresentação de Santanico Pandemonium. Uma mulher tão bela que faz todos os homens caírem de joelhos e terem os pensamentos mais maliciosos possíveis. Richie se vê encantado pela mulher logo de primeira (já era de se esperar) mas não sabia que ao ficar no local depois da meia-noite, sua vida mudaria fatalmente. 

Antes de chegarem ao tal lugar, os Gecko renderam uma família, os Fuller, para que pudessem passar pela fronteira e bom, conseguiram. A família queria seguir viagem mas ao serem revelados os reais motivos para a viagem, os filhos decidiram ficar com os Gecko e se não tivessem ficado, a série não seria a mesma. 

Como é minha série do coração, não posso falar muito pois não quero dar spoilers (nem sei se dei). Então, deitarei algumas perguntas igual a como faço nas resenhas de Fanfics para deixar mais curiosidade. 

O acontecerá com os Gecko? Os que os Fuller farão que deixará a história com um gostinho de quero mais? A Santanico Pandemonium conseguirá se tornar a governante de sua raça, ultrapassando o lord Malvado? 


Elenco
  • DJ Cotrona como Seth Gecko (O fodinha da parada)
  • Zane Holtz como Richard "Richie" Gecko
  • Eiza González como Santanico Pandemonium/Kisa (A rainha da parada)
  • Jesse Garcia como Ranger Freddie Gonzalez
  • Madison Davenport como Katherine "Kate" Fuller
  • Brandon Soo Hoo como Scott Fuller
  • Wilmer Valderrama como Carlos Madrigal
  • Robert Patrick como Jacob Fuller 
  • Don Johnson como Ranger Earl McGraw
  • Jake Busey como Aidan Tanner/Sex Machine
  • Esai Morales como Lord Amancio Malvado
  • Danny Trejo como The Regulator


Ambos os atores desempenharam o mesmo personagem em fases diferentes da série, com idades diferentes. Além disso, apesar de ser parte do elenco principal, Johnson é apenas creditado para os episódios que ele aparece.

Jake Busey foi listado nos créditos de abertura do primeiro episódio da primeira temporada em que ele apareceu, e posteriormente foi relegado para elenco recorrente para o restante da temporada.

Embora parte do elenco principal, Danny Trejo é creditado como "participação especial".


Motivos para ver 

  • A primeira temporada conta a mesma história do filme


Porém com mais tempo. Robert conta que toda ideia surgiu após a cena final do filme, onde se revela que o bar era parte de um grande templo asteca. 18 anos e muita pesquisa sobre a mitologia asteca sobre os 2 irmãos predestinados a lutar contra os deuses. O legal é saber que a segunda temporada será a sequência totalmente inédita – e depois na finale da primeira temporada, será algo mind-blowing!

Daqui Robert pensou: temos mais história para contar.
O interessante da primeira temporada realmente é o desenvolvimento dos personagens. Podemos mergulhar no passado dos Geckos, de seus reféns, dos seus perseguidores e inimigos.

  • Os inimigos dos Geckos


Vampiros! Tcham!



Sim! Um Drink no Inferno é uma série de vampiro! Porém com uma raiz diferente: todos se originam de um culto de sangue asteca que venera a grande serpente que se alimenta de sangue. O resultado: vampiros monstruosos, com cara de reptil pulando na sua tela.

Bom, pensando numa série de vampiros produzida por Rodriguez, aguarde todo o sangue possível e impossível espirrando para todos os lados.

  • Os outros personagens


É muito interessante como a série tem tempo de apresentar também outros personagens, acrescentando massa à mitologia dos irmãos. Não quero contar muitos spoilers para quem não viu o filme, mas a família que vira refém dos irmãos faz um contraponto religioso ótimo na história. Preste bastante atenção na Kate, mesmo ela parecendo uma adolescente chata.


Outro elemento interessante é a natureza texana da série, representada pelo Oficial Gonzalez, o Ranger que está atrás dos irmãos. Cada vez que ele se aproxima da fronteira, ele vem sendo chamado de Rinche, uma referência da época que a polícia texana caçava e executava imigrantes e moradores de origem mexicana. A série o tempo todo relembra que o Texas era território do México à sua maneira.

  • A influência do México na narrativa


O tempo todo venho falando que a série ganhou tempo, esse tempo foi preenchido de uma maneira interessante. Os diálogos, o tempos das cenas ganharam cara de novela mexicana mesmo. Para quem lembra da cena do tiroteiro na loja de bebidas, saiba que ela dura um episódio todo, com muitas falas sobre heroísmo, lealdade, lavação de roupa suja em família e promessas de vingança. Dramalhão. Tudo tem um exagero.

  •  E por que essa influência na histórias 18 anos depois?


Aí que tá. Um drink no inferno: a série é uma produção exclusiva da El Rey Network, canal on demand que Robert Rodriguez lançou de olho em um dado importantíssimo: em 10 anos, ⅔ da população americana será formada por pessoas de descendência latina, e ele enxergou aqui a oportunidade de criar um canal que realmente trouxesse esse DNA que é completamente ignorado pela grandes emissoras norte-americanas como a NBC.

Um drink no inferno: a série é um blockbuster para atrair audiência para o canal, que de verdade tem a missão de dar espaço para novos produtores, roteiristas e atores que não conseguem emplacar seus trabalho em grandes canais, abertos ou fechado nos Estados Unidos. El Rey Network se propõe a ser uma incubadora de novos nomes para tv. O que parece ser bem promissor. Então, vale dar audiência para suas produções ao saber desta nobre motivação.


  • Extra-motivo


Os novos irmão Geckos são lindos!



Minha opinião 

Sabe uma série de ao menos que lhe conta sobre as crenças religiosas e os valores culturais mexicanos? Não? Agora sabe meu ou minha cara amiga!

Um Drink no inferno é simplesmente a série mais perfeita que eu já vi. Não se é porque me interesso com séries que falam mais sobre histórias e ligam o passado ao presente ou se é por causa dos irmãos Gecko que por sinal são M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O-S!!!

Claro que no primeiro episódio você não entende quase nada, até hoje não entendi o porque daquele episódio, mas deve ter sido preciso, não sei. Por mais que o piloto não tenha nada, exatamente nada haver com a história em si que é retratada nas três temporadas de pura ação e reviravoltas. Devo confessar uma coisa: se entrarem no meu Netflix, encontraram o piloto ainda na metade pois até hoje não terminei de vê-lo, eu pulei para o próximo episódio. 

É ruim? Claro que não. 
É bom? É maravilhoso (deixando bem claro que a aparência do Seth Gecko é maravilhosa) 
Recomendo? Um milhão de vezes sim!

Link

Pesquisa 
  • Wikipedia 
  • Spoilers.TV

Assistir 
  • Netflix 
  • FilmesHD 

Clique aqui para assistir 

Citação preferida 
Brinquem comigo de novo, e eu vou brincar com vocês. E vocês não entenderam o significado de fim até que eu tenha terminado — Richie Gecko




Espero que tenham gostado!





Um comentário. Comente também!

  1. MINHA SÉRIE NINGUÉM SAI

    Fiquei tão feliz com essa resenha minha nossa.

    Essa série me pegou de jeito amo cada detalhe, cada idéia do enredo é maravilhosamente perfeita. E o elenco majestoso? Passo mal de tanta beleza gente até Lordelo Malvado é bonito.
    Tenho que dizer que a versão da eiza de santanico me agradou muito mais que a do filme, poderosa até o último fio de cabelo l. UMA INSPIRAÇÃO.
    Me agrada o fato de vc preferir o Seth, já que eu sou completamente apaixonada no Richie (gosto dos estranhos problemáticos.
    Uma dica pra vc que vai assistir agora:: NÃO CRIE SHIPP. Sério romance é a última coisa que tem que reparar e juro que isso vai partir seu coração como o meu.
    Enfim essa série maravilhosa tá a tempos na minha lista de favoritas desde que a Netflix adicionou ela no catálogo. Afinal eu não assino como LaSerpent por qualquer coisa não a influência tá enraizada na deusa Kisa e no meu maridão Richie e é claro, no SexMachine um. U
    -XoXo, LaSerpent

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.