AI: BLUE NEIGHBORHOOD (ClaraQ)

Hey!
Segue a sua avaliação de ideia, espero que te ajude e, lembrando, essa é a minha opinião sobre a ideia, por favor não se ofenda com nada que eu disser :)

| Título |

Eu gostei do título da estória, achei bem pertinente com o enredo, já que foi inspirado pela trilogia de mesmo nome; entretanto, da mesma forma que eu acho compatível, eu não acho tão original, sabe? É o título da coletânea, então se outra pessoa for escrever inspirada por ela, provavelmente utilizará o mesmo título.
Por outro lado, eu não consigo pensar em nenhum título que reflita a estória tão bem como esse; no final das contas fica a seu critério manter esse título ou criar outro.

| Gênero |

Além dos gêneros Drama e Romance, a sua fanfic também se enquadra nos gêneros:
  • Angst (quando a fanfiction foca na tristeza/angústia psicológica dos personagens);
  • Caso a fanfiction tenha cenas de sexo implícitas: Ecchi (fanfic apresenta sexo ou nudez implícitos) e Lime (fanfic apresenta cenas de sexo implícitas - deve ser classificada como +16);
  • Caso a fanfiction tenha cenas de sexo explícitas: Lemon (contém cenas de sexo explícito entre homens - deve ser classificada como +18);
  • A utilização do gênero Yaoi está equivocada, já que este gênero se restringe a obras de origem japonesa, o que não é o caso da estória. O correto é o gênero Slash, já que ele abrange fanfics com o tema central “relacionamento amoroso entre dois homens”.
  • A fanfic também se enquadra no gênero Deathfic, porém colocá-lo é meio que contar que um personagem principal morre - e como eu acho isso um baita spoiler para os leitores, melhor não colocar, vai estragar a surpresa.

| Sinopse |

“Quanto tempo um amor pode durar? Eles diriam que uma vida inteira. Cada fase da existência de um foi marcada pelo outro e eles aprenderam a ser inseparáveis. Sentiram o amor evoluir à medida que cresciam e sentiram também a realidade ficar cada vez mais pesada. E insuportável. Divididos entre o que podiam ser e o que deveriam ser, amar é mais do que só sentir. É resistir.”

Eu gostei bastante da sinopse que mandou, ela está bem sucinta, bem objetiva, mas não perdeu a subjetividade. Tomei a liberdade de acrescentar/mudar algumas coisas, bem simples, que para mim ficaram melhor ao ler. Só não tinha curtido muito a última frase “Amar é mais do que só sentir, é resistir” porque ela estava meio “jogada” na sinopse, faltava um trecho antes dela para poder contextualizá-la, aí tentei colocar alguma coisa pra dar uma conclusão. Não sei se ficou bom, mas acho que deu pra entender o que eu quis dizer.

“Quanto tempo um amor pode durar? Eles diriam que uma vida inteira.
Cada fase da existência de um foi marcada pela presença do outro, eles aprenderam a ser inseparáveis. Sentiram o amor evoluir à medida que cresciam, a realidade ficar cada vez mais pesada e insuportável. Cruel. Estavam divididos entre o que podiam ser e o que deveriam ser.
Em uma sociedade com somente um modelo de amor, eles descobrem que amar é mais do que só sentir; é resistir.”

| Personagens |

Eu simplesmente me apaixonei pelos dois personagens! Me identifiquei bastante com o personagem narrador, e acredito que muitos outros leitores também terão essa mesma impressão.
Adorei a ideia de deixar o nome deles em aberto, deixar para o leitor imaginar quem ele quiser, é um diferencial que pode/vai destacar a fanfic, além de dar um toque de familiaridade para quem está lendo.
No final, seus personagens estão muito bem caracterizados: você já sabe quem eles são, qual o seu background, como eles agem, como pensam e como se comportam - não tenho nada a acrescentar, só dizer: amém senhor, obrigada por iluminar esse ser com esses personagens maravilhosos.

| Enredo |

Como você mesma disse, até certo ponto o enredo parece aquele clichê: pai proíbe o namoro e, mergulhado em darkness e solidão o filho se suicida como um ato de rebeldia. Porém, a partir do momento que você vai explicando melhor a sua ideia e a abordagem escolhida, a fanfiction toma outro rumo e sai daquela mesmice de drama adolescente; tem drama? Tem. Mas é um drama gostoso, daquele que você quer continuar lendo sem parar, só para descobrir o final.
O enredo está muito bem interligado com as categorias que você citou, acredito que a sua abordagem sobre o tema, sobre essa realidade que muitos acham que não existe, é um ótimo caminho para entrar na mente do leitor e fazê-lo refletir sobre a própria cidade dele, seu próprio espaço; faz ele se perguntar se isso pode estar acontecendo com algum conhecido e ele nem sabia, além de demonstrar muito bem que ninguém “escolhe” ser gay. Ninguém acorda e pensa “Ah, que dia lindo, hoje vou ser gay”. Escolha sexual não existe. E a sua fanfic planeja expor exatamente isso. Eu amei.
A organização da linha do tempo também está muito boa, separar a fanfiction em três partes (além de uma referência à coletânea de músicas), é um ótimo jeito de não se perder e não desistir da estória.
Estou muito apaixonada por todo o enredo que criou!

| Ideias |

Acredito que a única sugestão seria criar alguma one-shot sobre o ponto de vista de outra pessoa sobre a fanfiction; talvez alguma dessas velhas fofoqueiras que toda cidade tem? Ou então criar algum capítulo bônus com aquela abertura dada no primeiro capítulo (quando o narrador cita que as pessoas homossexuais flagradas juntas não acabaram bem), narrar o acontecimento sobre algum desses eventos; OU, também colocar um capítulo bônus, totalmente fora do roteiro da fanfic, em que o sonho do narrador se tornou realidade (tipo, uma realidade alternativa dentro da fanfic), sabe? Não final alternativo, mas como se ele tivesse tão imerso em um sonho e ele fosse tão real que achou que era realidade - mas não era.

| Dicas |

Vamos falar da capa, trailer e do primeiro capítulo que me enviou; a capa está legal, mas acho que poderia melhorar. Eu gostei das fontes utilizadas e de como o texto está organizado na capa, mas o fato de que o título está meio “apagado” - embaixo da textura e etc. - me incomodou um pouco. As fotos centrais poderiam ter um destaque maior também, mas eu adorei as casas na parte de cima - peguei a referência - e as fotos secundárias com momentos deles.
Sobre o trailer: amei demais, sem comentários.
Sobre o primeiro capítulo: eu adorei, ele dá uma introdução bem boa para a fanfiction - ele precisa de betagem, e eu revisaria ele antes, tem uma parte, acho que no começo, que você está desenvolvendo o parágrafo e, do nada, ele termina (?). Fora a isso, a escrita está bem boa, só não esqueça de dar o espaçamento no parágrafo quando for postar haha
Dicas básicas:
  • Para diálogos, se usa travessão (―), não meia risca ou hífen;
  • Cuidado com a pontuação, principalmente vírgulas, elas podem tanto ajudar quanto piorar a situação;
  • Evite utilizar as palavras “disse” e “respondeu” em diálogos, existem vários outros termos para substituí-los e não tornar a leitura cansativa;
  • Evite trocar muito de pontos de vista, chega uma parte que até mesmo o autor pode confundir quem está narrando;
  • NÃO coloque notas de autor durante a fanfiction (aqueles comentários de autor durante o capítulo tiram totalmente a concentração e acabam irritando o leitor);
  • Antes de postar o capítulo, peça para alguém ler - segundas opiniões são ótimas para perceber errinhos que você pode deixar escapar;

É isso, espero que goste e que a avaliação tenha te ajudado, seja tranquilizando-a de que sim, a fanfic está ficando ótima e a ideia é muito boa, ou então dando ideias :)
Não esqueça de comentar dizendo o que achou,
Beijocas!

3 comentários. Comente também!

  1. Primeiramente, fiquei surpresa com a rapidez porque eu escrevo demais, scrr kkkkkkk muito obrigada Milena, fiquei muito feliz com a AI u.u
    Vou ser honesta e dizer que não manjo muito de gêneros então MUITO OBRIGADA, eu irei adicionar "Angst" e "Lemon", e substituir o Yaoi. Quanto a sinopse, eu não queria usar a palavra "sociedade", mas tentarei rever e usar as dicas que falou. Eu, honestamente, não consigo pensar em outro título e como não deixa de ser uma song fic, acabei por deixar mesmo.
    Ri bastante com o comentário dos personagens, mas a verdade é que não tava achando nenhum nome que refletisse meus babys então porque não criar uma identidade que suprimisse essa necessidade? Fico feliz que tenha funcionado.
    O enredo no fim das contas é uma mescla de experiência pessoal, com indignação com a ignorância do mundo e um desejo de mostrar como tudo no fim das contas, é natural.
    La, la, la... adorei a ideia de fazer algum spin-off, porque não? Se a minha paciência e inspirações baterem, vai ser bem legal, obrigada u.u
    E fico feliz que tenha gostado do trailer, e quanto a capa, eu já estava pensando em rever, então vou aproveitar o comentário e explorar a Jean pra terminar logo a segunda versão u_u
    O capítulo não foi mesmo betado kkkkk e não tá finalizado e.e
    Ademais, agradeço pelas dicas e fico feliz que tenha gostado e apreciado a escrita. Adorei sua AI e ela me inspirou a terminar de escrever logo minha ficzinha.
    Um beijo e meu muito obrigada ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS: que comentário enoooooooooooorme, eu realmente escrevo e falo dms, pqp q

      Excluir
    2. FICO FELIZ QUE A AVALIAÇÃO TENHA TE AJUDADO!
      Confesso que era pra ela ter sido postada antes, mas eu travei no enredo, porque não sabia o que falar - está realmente muito bom, sério mesmo <3 - e porque fui OBRIGADA a sair de casa pelos meus pais ¬¬
      Quanto aos spinoffs: EU AMO SPINOFFS! Principalmente porque exploram um ponto de vista, uma ideia, bem diferente da estória principal. Resumindo: eu adoro mesmo as chamadas "sidestories", em muitas sagas o que interessa não é nem o plot principal, e sim os secundários (por isso li a saga Crepúsculo, o personagem do Jasper me fascina u-u)
      Enfim, a questão dos gêneros: eu também me confundia muito, mas eu estou lendo tanta fanfiction diferente que você acaba pegando o jeito depois haha
      Por final, eu te desejo muita sorte na sua fanfiction, tenho certeza que vai entrar no coração de muita gente (dica: divulgue no grupo do Nyah! Fanfiction Oficial do Facebook, pessoal de lá é louco por fanfics e tenho certeza que muita gente vai ler <3)
      Beijos!
      P.S.: eu também falo demais hsoahso

      Excluir

Tecnologia do Blogger.