AI: Flora Nóbrega


Olá meu amor, como você está? Espero que esteja tudo bem.
Primeiramente vou começar me desculpando pela demora. Meu computador pegou vírus e eu faço as avaliações por ele. Então ele não abria de jeito nenhum a sua ideia e eu não conseguia ler, até que tive a brilhante ideia de visualizar pelo celular da minha amiga e enfim consegui. Acabei por tirar print e enviar tudo para o meu computador. Desculpa mesmo.
Mas vamos lá, acredito que depois de tanto tempo você queira sua avaliação não é mesmo?
Começaremos pela sinopse. Eu notei alguns equívocos nela então corrigirei para você logo abaixo.

O peito dele descia rápida e cansadamente, enquanto ela manipulava o pequeno boneco de pano. A filha da antiguidade que controlava um mortal por pura diversão e prazer. Gostava de torturar aqueles que a faziam mal, mas ele era um casal especial. Ele não a fazia nem bem nem mal, ela apenas achava excitante brincar com suas estruturas. Queria vê-lo perder a cabeça. Ele enlouqueceria, e ela seria a causa de sua loucura.
“— Ele me tira do sério, não sei o que fazer. — disse ela para sua serva.
— Eu sei o que pode fazer. — falou a loira, com um sorriso assustador em seus lábios. — Você só precisa de duas coisas.
— O quê? — perguntou a garota, interessada no que sua conselheira tinha a dizer.
— Linha azul para os cabelos e contas verdes para os olhos. — disse e piscou para a morena, que esbanjava um sorriso cheio de malícia.”

Então aí está sua sinopse já corrigida, na verdade eu nem tive muito trabalho, só aderi o travessão (—) nos lugares dos hifens e outros pontos mínimos. Só por ela, eu já percebi uma história extremamente fora do comum. Um tema complexo e diferente. Algo que nunca foi lido. E me intrigou bastante, se fosse uma leitora à procura de uma fanfic, com certeza a sua seria a minha escolha. A sinopse foi bem articulada e revela pequenos detalhes que fazem muita diferença.
Bem, ela é fruto de um relacionamento proibido. Um vampiro e uma bruxa juntos era simplesmente errado. Mas eles não ligaram e tiveram Summer. Contudo, as consequências vêm e os pais dela são mortos brutalmente. O que você não explicou foi o porquê de eles terem morrido. Por que alguém os mataria e quem faria algo desse tipo? Logo na frente você diz que Annabelle acha a Summer, mas e se ela que tivesse causado a morte dos pais da garota? E ela quisesse matar a Summer também, mas antes fazê-la sofrer? Talvez por Annabelle ter um passado cheio de conflitos com os pais da Summer, mas ninguém sabia. Eles fingiam ser amigos e na verdade não eram. Alguma coisa do tipo. Algo que fizesse Annabelle querer se vingar. Mas caso você não queira colocar Annabelle no assassinato dos pais da Summer, poderia também ter sido o governo ou um grupo que controla o submundo (inclusive a Annabelle poderia participar desse grupo, já que você disse que ela seguia as regras e era obcecada por leis), quando eles descobrem das relações que os dois mantinham às escuras.
De qualquer jeito, Summer consegue fugir. Passa um tempo sozinha e em fuga até que acaba sendo refugiada no lar de Annabelle, alguém que ela achava que poderia confiar. Mas logo a realidade vai se esclarecendo e ela percebe que a mulher não era tão boa e gentil quanto parecia. Então Annabelle tenta entregar a Summer e só não consegue porque a menina passa a enfeitiçá-la.
Depois de muitos anos, ela acorda e vai para a faculdade. Mas não se esqueça de relatar o tempo em que ela irá viver. Por exemplo, em uma época futurista, passada ou presente? Também não deixe passar os costumes daquele tempo. Uma mulher na sociedade mais antiga não seria tão atrevida, mas uma moça nos dias atuais provavelmente lutaria por seus direitos. Cuidado até mesmo com as roupas. Uma menina que nasceu em 1093 não irá usar jeans, sendo que este nasceu em 1850 e só se aperfeiçoaram mesmo em 1910, uma época em que as mulheres eram reprimidas de se vestir da mesma forma que os homens.
Percebi que a Summer tem uma característica que marca: Ela sempre chega atrasada na aula. Não se esqueça disso. É importante que a personagem tenha uma personalidade própria que não irá mudar rapidamente. Mudanças são bem vindas, mas sem rapidez e sem exageros. Se Summer é mal humorada, deixe ela continuar mal humorada por um longo tempo. É muito difícil e clichê ficar bonzinho da noite pro dia.  Ela é má, e irá continuar má até que tenha um motivo bom e convincente para mudar. E é aí que Michael entra em sua vida. O que ela pensa quando vê ele? Estranha, se incomoda, ou apenas ignora?
Até que ele senta na cadeira que era dela. Todos sabiam que aquele lugar pertencia à Summer. Mas Michael sentará lá para provocá-la, intimidá-la ou apenas porque não sabia? Enfim, ela faz um escândalo e ele acaba tendo que sair. Lógico que alguém que foi expulso de uma cadeira vai ficar irritado, provavelmente odiando a pessoa que fez aquilo, até porque os dois nem se conheciam. Então o ódio e o desgosto começam por aí. Eles já não se deram bem de cara. Acontece que Summer tem poder o suficiente para matá-lo e ela realmente fica tentada, mas não o faz. Por quê? Simples, ela preferiu brincar com o garoto, criando um boneco de voo doo. Relate que no início não se passava de más intenções na cabeça da menina, e deixe isso correr devagar. Ódio não se transforma em amor drasticamente. É um processo bem lento. Ela vai precisar de motivos para começar a amá-lo, e ele também. Talvez ele possa tentar se aproximar dela, já que começa a sentir coisas estranhas pela garota, sem saber que Summer o manipulava.
E ela também percebe que Michael poderia ser um garoto interessante, então o decide fazer seu amigo em vez de inimigo. Pelas minhas percepções, Summer não será uma garota muito amada, não é mesmo? Afinal, quem gostaria de ficar ao lado dela? Esquisita, fechada e facilmente irritável. Então faça a amizade desses dois ser algo novo para ela. Summer precisa vacilar com Michael algumas vezes, ela não sabe como é ter amigos, até porque a única que a aconselha está obviamente sob seu feitiço.  
Contudo, tudo muda quando ela desmaia em uma festa e acorda presa com Michael em um galpão. Escreva sobre como os personagens estão se sentindo. Summer, tão poderosa, não consegue achar uma saída. Está sem forças. Ela com certeza vai ficar desesperada e sem ter noção do que estava acontecendo. Imagina o quão decepcionada Summer ficará quando Annabelle surgir, cheia de malícia. Jamais se esqueça de retratar as emoções dela, são muito importantes, os leitores adoram sentir exatamente o que a personagem sente. Mas cuidado, detalhes demais deixam a leitura cansativa.
Michael fica sem entender, e isso pode até acabar gerando uma briga entre os dois. Ele pode supor que foi traído pela amiga e os dois discutem. No entanto, uma hora Summer tem que contar a verdade. A não ser que ele fosse uma dessas pessoas que acreditam em bruxos e etc., ele vai ficar surpreso e talvez até zombe da situação. Não é fácil acreditar em algo do tipo, mesmo saindo da boca de sua melhor amiga. De uma maneira inexplicável, ele acaba acreditando porque realmente confiava nela. E Summer passa a confiar nele também, chegando a mostrar quem verdadeiramente era. Por mais que achasse que isso afastaria Michael, esse fato só o aproximou. Então nesse momento que a relação dos dois começa a finalmente evoluir para algo maior.
Summer consegue tirá-los de lá e fugir, por meio de uma boneca. Deixe Michael questioná-la sobre sua especialidade em voo doo. Que tal se ele perguntasse com quem mais ela já teria feito aquilo? E ela hesita em responder, mas não conta a verdade. Pelo menos não toda. Ela esconde a parte em que já havia brincado com Michael também.
Depois disso, o que acontecerá? O suposto grupo em que Annabelle estaria passa a perseguir os dois e eles precisam fugir? Ou voltam para seus mundos humanos e disfarçados? Se eles necessitassem de partir, coloque algumas cenas intensas. Por exemplo, os dois terem que dormir juntos por não ter outra cama, um banho compartilhado, Summer brincando com os sentimentos de desejo de Michael, o menino já desesperado por ela, eles nadando em uma cachoeira, Summer trocando de roupa na frente dele, ela notando a excitação que ele sentia, a garota se percebendo atraída pelo sangue de Michael... Você é quem decide.
Eu não sei se você prefere finais felizes ou tristes, mas citarei algumas ideias que tive. Se você quiser algo mais dramático, minha dica é para deixar que esse grupo que os persegue ache os dois e acabe levando Michael ou a própria Summer. Se for ela, eles podem a matar do mesmo jeito que mataram os seus pais. Se for ele, também podem o torturar até a morte na frente da menina.
Mas caso queira algo feliz, deixe os dois terminarem juntos. Finalmente em paz. Depois de lutas e perdas. Coloque mortes nessa fanfic. Talvez seria interessante transformar o Michael em um vampiro, ou algo do tipo, pois assim ele poderia viver para sempre com ela. Mas se não desejar, deixe ela cuidar dele até ele falecer, quando estiver bem velhinho. E nisso ela pode se matar também, pois não vê mais sentido em viver sem Michael.
Bom, minha flor, eu queria dizer que sua fanfic está muito criativa. Na verdade só venho recebendo avaliações de ideias muito únicas, estou adorando isso. Eu nunca li nada parecido. Amei mesmo a ideia e já estou indo favoritar. Você deixou um resumo grande então foi difícil ter novas ideias, já que você tinha tido várias e pensado em cada detalhe. Mas invista nessa história que ela irá longe, te garanto.
Desculpa de novo pela demora, espero que você tenha gostado.

XOXO,

Rorie

Dicas extras:

Pesquise. Sempre é bom possuir mais informações sobre o que está escrevendo.

Tenha uma boa escrita. Isso é essencial para manter leitores. Se não se sentir confortável, consiga uma beta, ela sempre irá ajudar.

Não esqueça que hífen (-) e travessão (—) são coisas diferentes com utilidades diferentes.

A repetição de palavras cansa o leitor e ainda mais os críticos que prezam por uma boa leitura. Existem diversos sites de sinônimos que lhe dão palavras diversificadas, mas com um mesmo significado.

Querendo ou não, a capa e a sinopse são os instrumentos mais importantes da sua história. Eles são os primeiros a chamar a atenção do leitor. Peça uma no nosso blog mesmo, temos designers maravilhosas.




Nenhum comentário. Seja o primeiro!

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.